domingo, 29 de junho de 2014

Que Shovel é essa?


Essa moto é do Abrahão (Morlocks MC) e seu filho. Ela foi parar no site 60 Shovelheads do Brasil por obra de um amigo que sempre contribui enviando fotos. Bela Shovel essa!!!

Já fizemos alguns testes de identificação de duas Shovelheads, tentando descobrir o ano delas pelo visual. O primeiro é esse: http://www.hechoamanocustom.com/2013/06/que-moto-e-essa.html


E a beleza aí de cima? Que Shovel é essa?

Trata-se de uma Shovel bicuda ("nosecone") como se vê na parte de baixo do motor. Este padrão de desenho do motor surgiu nas Harleys a partir de 1970 e continua até hoje, só que, naquela época, o distribuidor ficava alí dentro do bico, e hoje, é só uma câmara ôca por causa da ignição eletrônica.

Além disso, ela está com uma pinça banana no freio dianteiro, que equipou as BT a partir de 1972. Essa pinça não parece ser original pois era bastante comum trocar os freios naquela época.

Já o freio a tambor traseiro é original pré-1973, com a coroa de 51 dentes rebitada no conjunto.

Conclusão: Não é uma Panshovel (1966-69), pois nas BT deste ano o distribuidor ficava na frente do cilindro dianteiro e a tampa do comando de válvulas era do tipo Kidney Cover, ou seja, em formato de rim, padrão que equipou as OHV de 1936 até 1969. (veja aqui: http://www.hechoamanocustom.com/2013/05/um-pouco-de-shovelhead.html)

Eu chutaria que trata-se de uma bela Shovelhead 1970 ou 1971.

3 comentários:

Gabriel Gomes disse...

Cara, tenho umas fotos de uma shovel que eu e meu pai fomos dar uma olhada pra comprar aqui em BH/MG. Se quiser adicionar nas "60 Shovelheads do Brasil" as fotos tão na mão!

Gabriel SG disse...

A título de curiosidade, porque o nome "panshovel"?
Abraços!

Pedrão disse...

Caro Gabriel,
O termo Panshovel é uma espécie de apelido das primeiras Shovelheads lançadas que reproduziam a parte de baixo das Panheads até 1965 com a substituição dos cabeçotes pelos cabeças-de-pá.
Vou fazer uma postagem sobre essa sua dúvida com maiores detalhes.
Quanto às fotos, peço que envie para infernaismotorcycles@gmail.com, se possível com a cidade em que está e o nome do dono.
Abs,
Pedrão