sexta-feira, 9 de maio de 2014

Cabeça-de-touro da Shovel 66

Duas coisas sempre me chamaram atenção nas Panshovel. A primeira, os velocímetros, donos de um design incrível. A segunda, as cabeças-de-touro que guardam os faróis.

Elas são diferentes das novas. São feitas de alumínio com acabamento polido que, após 45 ou 50 anos anos, trazem marcas do tempo que as tornam ainda mais bonitas.

A que veio com a Araca chega a estar áspera, escura. Tem gente que pode não entender mas eu vejo beleza nisso.


À esquerda, a cabeça de touro da Araca. À direita, de Dercy.


Optei pela mais polida para a Aracy. Cada risco, mancha e arranhão mais bonito que outro.

A frente agora está pronta.

2 comentários:

Tovar disse...

Concordo, pelo menos quanto ao design,belíssima peça. A aparência da superfície só ao vivo mesmo para perceber.

Anônimo disse...

habla don pedron,
b.dia, posta para nossotros a foto dos velocímetros.
abraço
americo