quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Feitas para durar


Pose de Aracy (de Almeida) e Dercy (Gonçalves) para a fota da galega Marlene (Dietrich).

E não é que elas ainda tiram fotos?

 Quando tirei do fundo da gaveta as antigas máquinas fotográficas que foram dos inquilinos anteriores a mim nesse mundo, pensei comigo: será que essas velhas senhoras ainda congelam imagens?

E mais: mesmo que conseguisse comprar um filme de 120 mm, quem os revelaria? O último laboratório de que tinha notícias aqui no Rio, Laboratório Wanda na Uruguaiana, havia fechado em meados da década passada.

Pesquisei e acabei encontrando um pessoal que ainda faz isso na Rua da Lapa. Comprei um 120 e instalei na Marlene.


Marlene: uma Zeiss Super Ikonta IV de 1956

Já havia falado dessa beleza de aço aqui neste post: http://www.hechoamanocustom.com/2014/01/minha-zeiss-ikonta-iv-1956.html

Como fotógrafo, não passo de um clicador de celular. E só não sou um completo tapado porque meu pai me deu alguma noção sobre abertura e velocidade do obturador. De resto, essa máquina tem os comandos totalmente manuais e exige a configuração de todos os parâmetros antes do clique. Configurou mal, a foto sai uma merda.

Além de pesada e resistente, com lentes Carl Zeiss de Tessar originais, o charme dela é que o fole se retrai para dentro do corpo da máquina (lembro quando ainda criança brincava de abrir e fechar esse fole inúmeras vezes).

 Um fotômetro embutido para pequenas distâncias ajuda, mas duvido que ele ainda esteja confiável. Mesmo assim, com todas as limitações, as fotas ficaram muito maneiras.


Esse fotograma saiu como se fosse uma panorâmica da Praia de Copacabana. Devo ter errado na hora de girar o filme mas, cá entre nós, ficou super.

Agora, vocês vão ter que me aguentar com essas fotas "das antigas". Prometo me esforçar.

2 comentários:

Anônimo disse...

faala d. pedron,
as fotos vao melhorar, nao desista. cade o som amigo?
abraco forte
americo

Bayer // Old Dog disse...

Curiosamente, acabo de tirar uma do armário também. Na verdade, tinha virado enfeite na minha estante... Tirou fotos da juventude do meu avo, depois da minha infância. É uma Kodak de 57:

http://3.bp.blogspot.com/-YIW9OEZxpiI/T11ZVRL0ZcI/AAAAAAAADtE/aWTuPKuVKCs/s1600/IMG_2682-LR.jpg