terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Tuchos quebrados

Hoje comecei a desmontar o motor da Shovel 66. Estava decidido a enviar para alguém que viva disso mas, quanto mais eu mexo, mais seletivo eu fico. Sinceramente, se for prá fazer merda, deixa que eu mesmo faço.

Foi só expor os tuchos para começar a encontrar problemas. Mas, o pior é que não são problemas relacionados ao uso e sim relacionados a cagadas de mexânicos.


Os tuchos do cilindro dianteiro estavam ambos com as pontas quebradas. Parece que foi a única forma que o sujeito encontrou para conseguir encaixar as varetas.


Já no cilindro traseiro, o maledeto conseguiu salvar um dos tuchos, mas acabou quebrando a ponta do tucho de admissão.

Além disso, a regulagem dos tuchos estava no ponto "zero", quando recomenda-se tensionar as molas dos tuchos hidráulicos em cerca de 2 voltas e meia ou três do parafuso de ajuste. Fora o torque absurdo que me fez até pensar em serrar as varetas para retirá-las.

Alguns conjuntos de varetas vem com tamanhos diferentes exatamente para evitar essas cagadas. Isso ajuda muito mas, mesmo assim, o procedimento é descer o rolete do came do comando de válvulas de um tucho enquanto o irmão dele do outro cilindro está sobre o outro came.

Mas, vamos em frente...

2 comentários:

everton loffi disse...

Caraca! Isso me deixa preocupado... será que todos são assim, sem carinho pela moto (mesmo sendo a de outra pessoa)..?
Uma coisa é certa, confie no que voce faz, fora isso, apenas desconfi mais ou menos.

Abraços Pedrão!

Anônimo disse...

Tem caras que possuem o dom de ferrar as coisas. Menos mal que existem outros que tratam-nas com carinho.

Lobo RS