terça-feira, 1 de outubro de 2013

Coleção

Há exatos 40 anos mantenho intacta uma coleção de plásticos dos anos 60. Naquele tempo, não havia adesivos, e sim plásticos, que aderiam à superfície interna dos vidros dos carros. Quando o dono não os queria mais, ele simplesmente os tirava. Era uma mania nacional.

Lembro-me de carros "customizados" com dezenas de plásticos nos vidros. As propagandas eram de todos os tipos, e o design meio tosco para os dias de computação gráfica de hoje. Mas é aí que está a beleza da coisa, se é que você me entende...

Depois de todo esse tempo resolvi limpá-los. São cerca de 500 plásticos que ficaram décadas guardados em pastas e esquecidos em uma gaveta. Os comércios já não existem mais. São poucas as lojas que mantiveram as portas abertas.

Mas agora, retornam à vida aqui no blog.


O Ferreiro de Bonsucesso é um dos poucos que ainda permanecem com as portas abertas até hoje, no mesmo endereço aqui no Rio.


Essa aí já fechou as portas mas deixou um belo exemplar de propaganda.


Tempo que óleo se vendia em lata...

2 comentários:

Anônimo disse...

Mini viagem ao tempo passado. Me lembro bem desdes plásticos. Aqui no RS chamávamos de (Decalque) Era uma briga entre a gurizada para colecionar tais decalques.
Abração
Lobo RS

Pedrão disse...

Então Lobo, tinha até esquecido essa coleção num canto escuro, o que talvez tenha sido determinante para conservá-la. Mas não se trata de decalques. Os decalques eram colados em papel e transferidos para a superfície. Já os plásticos não dependiam de transferência. Eram plásticos impressos em silk e colavam sem cola.