segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Reinstalando o freio traseiro da Shovel 69

A garagem andou movimentada esta semana. Enquanto o André e o Mário terminavam a elétrica da shovel, resolvi colocar o freio traseiro para funcionar.

Como o percursor do pistão do reservatório já estava com a ponta gasta, achei que poderia pegar emprestado da Aracy. Ledo engano... 


Só tinha o tôco. O percursor já estava totalmente gasto.


E a boca do pistão também encontrava-se em mal estado. Vou começar o restauro da Aracy reformando o reservatório mas, por enquanto, preciso fazer o freio da Dercy funfar.

  
Depois de tirar o reservatório da Dercy, com alguma dificuldade consegui tirar o pistão. O estado não era lá essas coisas mas achei que dava para aproveitar.


Fiquei um tempo tirando as incrustrações, lixando as bordas, limpando a mola e a borracha de vedação do cilindro.


Desentupimento de alguns furos da base do pistão e limpeza da camisa do cilindro.

 
Lavei tudo com um fluido DOT 3 e montei.

Mas não consegui fazer o freio funcionar. Sangrei bastante mas o burrinho não está travando as lonas. Estou na torcida para que seja ar no sistema, e não precise desmontar o burrinho.

Um comentário:

Anônimo disse...

O trampo esse. Quando desmontei o traseiro da moto do cunhado foi a mesma novela,sujeira por tudo. Mas tive de trocar o reparo para poder funcionar.Mas é um atuador bem simples e robusto agora dura mais uns 50 anos.

Abração
Lobo RS