domingo, 20 de janeiro de 2013

Shovel - Freio traseiro

Não tem tempo ruim para esta velhinha. Mexeu, fudeu. Mal comecei a inspeção do sistema de freios e já me deparei com a dura realidade. Já até me acostumei.

Quando peguei a moto ela só freava com o freio traseiro. O dianteiro das panshovel (1966 a 1969), originalmente, eram a tambor, e a pinça "banana" que estava nela só fazia cócegas no disco liso de 10".

Já tirei a pinça dianteira e o Adriano mecânico deu um trato na peça, sacando o cilindro que estava preso. Comprei as buchas do Wagner, o "bleeder" no eBay, e só falta montar. Agora havia chegado a vez do traseiro. Comecei pelo burrinho.
   

O pedal saiu mole e aproveitei para tirar o pino e o grampo do eixo do pistão.


 Daí foi só sacar o pedal e soltar a mola de retorno. Repare no descascado da pintura nas peças.


Antes de sacar o cilindro, já dava para sentir que o sistema precisa de uma inspeção cuidadosa. Uma lama alaranjada dominava a paisagem na boca do cilindro. Mal dava para ver o grampo...

 

O cilindro é preso por um parafuso principal de 9/16".


Uma chave de 3/8" solta a linha de fluido.


O grampo e a junta de metal estavam bem enferrujadas. Dá para recuperar.


Dentro do cilindro havia uma lama com fluido que, incrivelmente, freava a moto. Lembre-se que ela andava só com o freio traseiro...


O aspecto descascado estava tão feio que resolvi dar uma melhorada.


 Escova de aço nas peças...


Gasolina, detergente, reservar tudo e partir para a roda traseira. Vamos ver o que vou encontrar...

Nenhum comentário: