domingo, 9 de dezembro de 2012

Parte V - Abertura do cabeçote da shovel

Hoje foi dia de Garage Sale do Lord na Rua Ceará. Mas como só começava às 13 horas, aproveitei a parte da manhã para fazer mais umas coisas na shovel.

O tempo era curto mas foi suficiente para limpar a cabeça do cilindro traseiro, desengraxar a parte de baixo da moto e limpar os tuchos. 


Primeiro, uma escovada para tirar o grosso da craca presa na cabeça do pistão.


Depois, uma chave de fenda para limpar os vincos e bordas do pistão. Como no pistão dianteiro, fiz questão de deixar a carbonização presa na área de contato com a camisa do cilindro.


Depois de tapar o duto de óleo com um pano, passei a tirar a sujeira na área externa do cilindro e na área de assentamento da junta.


Arrematei com uma lixa ferro 220 bem de leve.


Hora dos tuchos. Tirei os tuchos, um a um, e fui limpando.


Depois da retirada do pistão do tucho, enchi o cilindro com óleo novo e lavei o duto interno várias vezes.


Para liberar o óleo, usei uma agulha de limpar fogão. Mas qualquer arame serve.


Repeti em todos os tuchos a operação com óleo novo. Num deles tive muita dificuldade de tirar o pistão e de recolocá-lo. Ele estava preso, mas acabou saindo.


E aí parceiro, nem deu tempo prá lavar as mãos. Segui direto pro Garage Sale para encher a lata com os amigos...

Comprei uma nova velha pinça de freio do San e um par de copos das bengalas do Lobo.

Tava bom.

2 comentários:

eduharley disse...

Vlw, camarada. O gelo da cerva aplacou o calor da hora.

Pedrão disse...

Verdade Edu... teve bom... hehehe