domingo, 21 de junho de 2009

BATE E VOLTA A TRÊS RIOS


A mais recente viagem foi no último dia 19 de junho. Que viagem! Sozinho, com o aditivo Pedrox no tanque e Deus tomando conta, subi a serra de Petrópolis às 8 horas da manhã, ainda no meio do "russo". Frio, muito frio.

Aliás, subir a serra engana muita gente pois, ao mesmo tempo que no Rio está um calor de derreter, na Serra o frio quebra os ossos. Mas, sobre uma Harley, a gente até esquece.

Fiz o percurso de 300 quilômetros ida e volta numa boa, alegre, satisfeito, mas com uma pequena preocupação. A moto havia saído da oficina da Harley no dia anterior, para uma troca de rolamentos dianteiros que os malucos da Brazil Custom fizeram a gentileza de diagnosticar. Levei lá porque na Harley sempre demoram para resolver e a BC atende muito bem.

Senti que a moto zunia agudo nas ultrapassagens, indicando que o ruído vinha da roda dianteira. Quando cheguei, fui à garagem de casa, levantei a moto com um macaco e percebi que as pastilhas de freio estão fazendo pressão excessiva sobre o disco. Amanhã terei que levar a moto na oficina de novo para aliviar as pastilhas. Coisa que nem precisava se o mecânico tivesse feito o simples e prosaico teste de girar a roda e observar se estava livre. Putz!

Em Três Rios, encontrei com o Márcio da São Sebastião, falamos sobre motos e sobre sua pretensão de adquirir uma KTM 980 cc. Márcio já teve uma V-Strom e é um veterano aviador de ultraleves. Cara bacana...

Devo voltar lá na semana que vem. Dou notícias...

Nenhum comentário: